Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Adjunto de Comando
Início do conteúdo da página
Acessos: 276

 


O cargo de Adjunto de Comando do 1º BIS (Amv) vem sendo desempenhado desde 2015 pelo Subtenente Carlos Henrique Xavier Pinna da Turma de 1993. A implementação desta importante função vem contribuindo de modo extremamente satisfatório para a ação de comando da Unidade, que atualmente conta com um efetivo de aproximadamente 800 militares.
De acordo com a Portaria nº 997, de 15 de agosto de 2016, que acrescenta e altera dispositivos no Regulamento Interno e dos Serviços Gerais (R-1), incumbe ao Adjunto de Comando: Assessorar o Comandante sobre questões sensíveis e correntes relacionadas às praças, com destaque para os assuntos relativos ao moral da tropa, ao bem estar, à satisfação profissional, à carreira, à motivação, à instrução, ao apoio à família militar, à saúde, à assistência social, à justiça e à disciplina. Além disso, assessora também nos processos decisórios atinentes às praças, tais como concessão de condecorações, promoções, movimentações e designação para Cursos e Estágios.

A referida Portaria lista essa série de atribuições, porém é clara ao mencionar que não se trata de um rol exaustivo. Pelo contrário, os Comandantes deverão procurar adaptar essas missões à cultura organizacional, à natureza e à base doutrinária de sua OM, o que poderá resultar em supressões, adaptações ou até mesmo em acréscimo de tarefas.

A partir da experiência que vem sendo conduzida com sucesso no 1º BIS, abaixo são listados exemplos de boas práticas adotadas para função:


BOAS PRÁTICAS ADOTADAS NA OM


1. sala exclusiva, no pavilhão de comando, para que o militar que decida acessar o Adjunto de Comando tenha a percepção de que está, de fato, buscando aconselhamento junto ao nível mais alto do processo decisório;
2. participação no cerimonial de recepção de autoridades, ritualizando a existência do cargo à autoridade recepcionada;

3. participação na reunião para a Diretriz Semanal de Instrução (junto aos Cmt SU e EM), desse modo estando disponível para assessorar nos assuntos pertinentes às praças;
4. nas formaturas internas, sua entrada, leitura e inclusão na “nominata”, bem como seu posicionamento no palanque, são feitos de modo a ressaltá-lo como estando de fato no nível do Comando;
5. nas solenidades externas acompanha o Cmt, apresentando-se sempre às autoridades às quais o próprio Cmt o faz;
6. especificamente em relação às praças, o Adj Cmdo do 1º BIS:
- ministra o bloco de instruções sobre liderança militar;
- conduz e estimula projetos pessoais e iniciativas em grupo visando à habilitação em idioma estrangeiro;
- liga-se com o Serviço de Assistência Social da Região Militar a fim de obter soluções ou encaminhamentos para os problemas sociais identificados da OM;
- estabelece o primeiro contato com graduados movimentados, por meio do envio de uma cartilha informativa; também os recepciona quando de sua chegada à OM;
- assessora o S1 quanto à designação de funções de ST/Sgt;
- acompanha instruções e acampamentos, dando feedback quanto à monitoria dos graduados
envolvidos nas atividades.

 

GALERIA DE ADJUNTOS DE COMANDO

Ano 2015 a 2018: Subtenente Carlos Henrique Xavier Pinna

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página